LabRua

E aí, Capitólio?

2018-28-05; capitólio, ocupar, cinema

Na próxima quarta feira, 30, o Laboratório de Rua, a Minha Campina, os Centros e Diretórios acadêmicos dos cursos de arquitetura e urbanismo da UFCG e UNIFACISA, e a Bicicleta Produtora, com o apoio do IAB.pb, realizam o evento E aí, Capitólio?, que tem como objetivo chamar atenção da população para as questões que envolvem aquele espaço, que já foi um dos principais cinemas da cidade.


Sobre o Capitólio

Localizado no Centro da cidade, o Cine Capitólio é mais um dos patrimônios culturais de Campina Grande, que não recebe a devida atenção e sofre com os efeitos do abandono. Quando inaugurado, em 1934, com capacidade para 850 pessoas, foi um expressivo equipamento cultural do estado e da região. É um importante exemplar Art Déco da cidade de Campina Grande que, juntamente com outros edifícios da área central, compõe um acervo de reconhecimento nacional. Entretanto o edifício sofreu diversas reformas que descaracterizaram sua configuração original, restando apenas parte do espaço interno da plateia e seu invólucro.

Através de uma iniciativa do poder público, o Capitólio foi incorporado no processo de requalificação do centro, o Campina Déco. O objetivo era que o edifício fosse demolido, para dar lugar à ARCCA (Área Reservada ao Comércio e Cultura Ambulante). Em 1999, a demolição foi impedida por medida judicial liminar; movida pela curadoria do patrimônio público, cultural, estético e paisagístico e dos direitos humanos da comarca de Campina Grande. No mesmo ano, o imóvel é cadastrado pelo IPHAEP (Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico do Estado da Paraíba) a pedido da Associação dos Docentes da UFPB. O tombamento se deu por decreto estadual, em 11/02/2000, e todos os argumentos partem do campo dos valores históricos do edifício.

Sem a participação popular e sem debates acerca das propostas e novos usos, a prefeitura municipal está, há anos, tentando aprovar, no IPHAEP, um projeto para o Cine Capitólio. Após a última “audiência pública”, no dia 10 de maio de 2018, a discussão unilateral e a falta de abertura para ouvir os cidadãos deixou ainda mais evidente o desrespeito com o processo democrático. Com isso, o Laboratório de Rua, Minha Campina, os Centros e diretórios acadêmicos dos cursos de arquitetura e urbanismo da UFCG e UNIFACISA, e a Bicicleta Produtora, com o apoio do IAB, trazem à tona a problemática e farão um dia de ocupação no Capitólio.

Após os últimos acontecimentos sobre o Capitólio, o IAB.pb lançou uma nota técnica evidenciando a importância de um processo participativo para a elaboração de propostas para área, assim como pontuando outros fatores que devem ser levados em consideração.

https://iabpb.org.br/2018/05/23/nota-tecnica-sobre-a-requalificacao-do-antigo-cine-theatro-capitolio-cg/

Sobre o dia 30 de maio

O evento terá início às 09hs da manhã com a ocupação do entorno do Cine Capitólio. O objetivo é ouvir quem vivencia o seu entorno, e recolher ideias do que poderia ser e ter naquele espaço. Nada mais simbólico que finalizar o dia com a exibição de um filme, que acontecerá às 18:30hs.

lambelambe

lambe-lambe realizado na parede do Capitólio para divulgar o evento

O evento foi inspirado no trabalho promovido pelo Coletivo Micrópolis: 99 ideias para um cinema de rua, com uma inspiração muito parecida com a nossa:

“São noventa e nove respostas especulativas para a mesma pergunta: quais formas de ocupação poderia abrigar um grande edifício no coração da cidade, concebido como um cinema de rua em uma época em que a projeção de filmes ainda era um acontecimento capaz de reunir multidões em plena zona central de Belo Horizonte?” (Coletivo Micrópolis, 2018)

Para saber mais sobre o projeto do Micrópolis: http://micropolis.com.br/99-Ideias-para-um-Cinema-de-Rua-1

CineLab #4 - Aquarius
Às 18:30 vamos fazer exibição de cinema. O filme escolhido é Aquarius, dirigido por Kleber Mendonça Filho.

Sinopse: Clara é uma jornalista aposentada e escritora, dona de um aconchegante apartamento repleto de livros e discos. Ela trava um confronto entre o velho e o novo contra uma construtora que resulta em ameaças veladas e provocações. O objetivo é pôr tudo abaixo e construir um prédio novo, mas Clara se recusa a vendê-lo. Defende a memória criada no Edifício Aquarius, onde é seu lar há décadas, foi onde criou seus filhos.

Registre sua ideia

Venha participar também! Traga sua ideia e seu banquinho para assistirmos o filme.O Capitólio é nosso e devemos ser ouvidos antes de qualquer intervenção!!!

Caso você não possa ir no dia, não se preocupe. O Minha Campina criou um formulário para que você possa participar de onde estiver. Só acessar o site: http://www.eaicapitolio.minhacampina.org.br/

Para saber mais você pode acompanhar o evento no facebook e o instagram dos organizadores.

Saiu na imprensa

  • Sobre a intervenção no Rede de Notícias 29/05/2018:

http://rededenoticias.com/index.php/2018/05/29/evento-vai-discutir-com-a-populacao-o-presente-e-o-futuro-do-cine-capitolio/

  • Sobre a intervenção no Portal Correio 29/05/2018:

https://portalcorreio.com.br/evento-discute-funcionamento-do-cine-theatro-capitolio-nesta-quarta-em-cg/

  • Sobre a intervenção da tv Cariri 29/05/2018:

https://www.portaltvcariri.com.br/evento-discute-funcionamento-do-cine-theatro-capitolio-nesta-quarta-em-cg/

  • Interdição da calçada do Cine Capitólio 17/05/2018:

https://www.youtube.com/watch?v=1D0nXLejj4M

  • Projeto para o Cine Capitólio 11/05/2018:

http://g1.globo.com/pb/paraiba/bom-dia-pb/videos/t/edicoes/v/novo-projeto-para-o-cine-capitolio-e-apresentado-em-campina-grande/6728322/

  • Reunião sobre o Cine Capitólio dia 11/05/2018

https://www.youtube.com/watch?v=nIqTDw7s8YQ

  • Lei da Parceria Público Privada 15/06/2015

https://www.youtube.com/watch?v=oYSreWlTIgM